Choram

Falou mais alto que muita gente. Se infiltrou até onde não era benquisto. Influenciou gerações, dizendo o que queria. Mandando a mensagem que tinha em sua alma. Falou alto por meio da sua arte.

Embalou amores, foi trilha sonora de viagens entre amigos, de festas, brigas, desilusões, depressões; esteve presente em milhares, milhões de corações jovens, que se viam representados por sua poesia, e clamavam para que ele falasse o que queriam ouvir, ano após ano.

Realizou o sonho. Fez com que se tornasse eterno com atos reais. Travou uma batalha contra tudo e contra todos. Seguiu seu instinto e acreditou. Acreditou em si acima de tudo.

E não desistiu. Até em suas horas finais lutou, lutou conta si mesmo. Contra o monstro que vive dentro de cada um de nós, mas que as vezes não conhecemos ou não sabemos como dominá-lo.

Sua voz ainda vai ecoar muito tempo em nossa mente e coração. Tua obra é eterna. Todos te ouviram, por vontade própria ou não.

Todos te ouviram (ão).

Um sincero obrigado de um dos muitos que te aplaudiu de pé.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s