Naquela época

Naquela época tentaram me ensinar que o artificial tem mais valor. Que o sucesso são os números digitais. E que o sucesso é conceito imutável, que não é subjetivo.

Me ofereceram perfis, me venderam modismos, me obrigaram a assistir cada vez mais propagandas. Compraram meus contatos, deram valor aos meus interesses, cadastraram meus sonhos.

Naquela época deram alto valor a mentira; em um altar, idolatraram a mentira. Fingiram produzir e nós fingimos consumir. Compartilharam ilusões. Taggearam personalidades. Padronizaram possibilidades.

Aboliram o olho no olho, o toque na pele. Nos convenceram sobre a necessidade do toque em uma tela. Sobre os perigos de ficar incomunicável. Imploraram para que tivéssemos todos os seus produtos. Para que permanecêssemos vinte e quatro horas sob seus olhares, sob sua supervisão. Nos proibiram de ficar a sós. Nos ensinaram a precisar o que não precisamos. Nos escravizaram com chips, ao invés de chicotes.

Naquela época diminuíram as distâncias entre os dados. Deram alta resolução ao vazio entre as pessoas. Nos deram contatos, conexão ilimitada. Megabytes sociais. Prometeram emoção, experiências, praticidade… Mas nos reduziram a números. Números, cada vez maiores e mais complexos.

Transformaram áudio em imagem, música em arquivos, som em vídeo, edição em arte, criatividade em moda, crítica em reclamação. Proibiram interpretações. Editaram as emoções. Ofuscaram o ser humano criativo com telas de LED full HD, em 3D.

Naquela época me senti muito sozinho. Lutei até o último momento pelo ser humano. Me decepcionei, e muito. Naquela época a era artificial teve seu início, o homem perdeu espaço para a máquina definitivamente. Um espaço que nunca mais será nosso.

Naquela época percebi que eu não sou o que eles querem. Percebi que, inevitavelmente, eu sou eu. E que eu pretendo, cada vez mais, me distanciar e esquecer aquela época.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s