Círculo Luminoso

Desgraça, desagradável ardor da dúvida, odor forte de fracasso. Angustiantes sentimentos! Já não é medo do porvir – é pavor! Do presente, é cansaço, cansaço… Em volta há lacunas por todos os lados, um vazio negro, espaços em branco. Questões se formam, críticas e opiniões: fortes, fracas, densas, vagas, mas são formadas: a eles, a nós, a ti, a mim, a todos. Tristeza e ódio diante da estagnação do tempo e dos sonhos. Ainda se encontra aqui, preso em uma mente. Encarcerado junto aos defeitos. Algemado em convicções. Sob as ordens do desejo, sob os julgamentos das escolhas. Sem ajuda, sem atalhos, sem tempo, sem paciência, sem amigos, sem família. Apenas olhando para o círculo luminoso do poço fétido e úmido em que caiu. Só resta o trabalho da consciência, só resta moldar o tempo, só resta forjar a força e a sorte. Só resta olhar tal círculo luminoso com algum tipo de otimismo. Só resta se deixar iludir. Olhar para cima, enquanto as lágrimas se dirigem para baixo. E mesmo que não pareça possível alcançar o círculo – olhá-lo já é um alívio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s