Crianças

Ao meu lado, no cinema, sentaram-se mãe e filha. Enquanto eu checava o celular, percebi que a pequena me olhava. Depois de algum tempo, perguntou, bastante curiosa:
– Cadê seu filho?
– Clara! – censurou a mãe – Me desculpa, viu?
– Que isso, não tem problema – sorri – Eu ainda não tenho um, Clara.
– Hum… – pensou um instante e continuou – Mas esse filme é pra criança, não é? E você é grande!
– Agora já chega, né? – apressou-se novamente a mãe, muito nova e muito preocupada.
– Tá tudo bem! Eu só sou grande por fora. Aqui dentro – apontei para a cabecinha loira dela – sou do seu tamanho.
Clara achou engraçado. A mãe também sorriu, e me olhou com aquela cara de “crianças, você sabe como é, né?”.
– Crianças…
– Elas são demais – completei.



– Ana.
– Thyago.

É, crianças são demais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s