Eu não gosto do Papa

Acho que essa música cai muito bem para o momento atual, além de ilustrar bem objetivamente o que algumas pessoas sentem frente à imensa importância que o governo brasileiro e a mídia dão para o senhor que veio nos visitar essa semana. Igreja, dos Titãs, foi lançada em 1986 no histórico álbum Cabeça Dinossauro, o terceiro álbum da banda (que aliás, vale a pena ser ouvido e reouvido diversas vezes, o álbum tem só 38 minutos, uma paulada atrás da outra). A música foi composta pelo ex-Titã Nando Reis e é interpretada na voz (antigamente) crítica e raivosa do mesmo. Ouça o som, leia a letra, sinta a pegada:

Continuar lendo

Documentário: Do underground ao emo

Você se lembra daquele rock nacional, que começou hardcore e terminou “emo”, de meados dos anos 90 até 2000-2007, que nossa geração (ou seja, quem tem hoje 20 e poucos anos) idolatrava? Pois é… Virou passado, e até documentário. Pode falar, eu também falei: “estou ficando velho”.

Nessa época eu preferia um heavy metal, não era muito fã dessas bandas (mas ouvia, sim!), nem nacionais e nem gringas, mas não posso negar, deu uma saudade!

Continuar lendo

Experimente: The Gramophones

Tudo começou quando procurava urgentemente por uma banda diferente de blues/rock, atual e de preferência nacional. Depois de ouvir alguns sons antigos e batidos, porém certeiros enquanto pesquisava (o agradável mais do mesmo), encontrei uma tal banda de blues rock do interior paulista: The Gramophones.

A banda, formada por Brunno Cunha (guitarra), Felipe Rangel (vocal), Pedro Guy (baixo) e Mateus Polati (bateria), lançou seu álbum de estréia “Down By The Countryside” no primeiro semestre do ano passado. O disco pode ser ouvido gratuitamente no site: http://thegramophones.bandcamp.com, pode ser adquirido pelo iTunes ou em sua forma física pelo http://thegramophones.tanlup.com.

Continuar lendo

Experimente: Vespas Mandarinas

Rock brasileiro sem rodeios, essa é a banda Vespas Mandarinas. Formada por integrantes de outras bandas já conhecidas do cenário do rock underground (ainda existe rock mainstream?) paulistano, as Vespas são: André Dea – baterista do Sugar Kane, Flávio Guarnieri – ex-baixista do Sugar Kane, Thadeu Meneghini – ex-Banzé, e Chuck Hipolitho – ex-Forgotten Boys e atualmente apresentador da MTV e produtor musical.

No dia 09 de abril de 2013 a banda lançou seu primeiro álbum completo: Animal Nacional. Já possuíam dois EPs lançados em 2010 (Da Doo Ron Ron) e em 2011 (Sasha Grey). Eu já havia ouvido alguns desses sons antigos, mas o novo álbum me surpreendeu demais, e positivamente.

Continuar lendo

Experimente: Porcupine Tree

Ano passado, em uma das minhas aulas com meu guru da bateria, Mestre Christiano Rocha (conheça: http://www.christianorocha.com), fui apresentado à banda inglesa Porcupine Tree. Ouvi apenas um groove do baterista Gavin Harrison (que assumiu o posto a partir de 2002) em ação com a banda e foi suficiente, a partir desse momento me interessei em ouvir todos os álbuns e assistir todos os shows ao vivo disponíveis.

A banda me encantou pela criatividade e simplicidade em algumas músicas (coisa que no “nicho” do rock progressivo é raro), prezando muito mais pela musicalidade e pelo conjunto da obra, do que para a técnica, para a “fritação” característica de alguns progs (não todos, claro).

Continuar lendo